Em alta

Os corpos nus dos moribundos

R$54,90

Emerson Maia

Os corpos nus dos moribundos, primeiro romance de Emerson Maia, mergulha nas lágrimas das mães vítimas da violência, na decadência dos sertões mineiros e na solidão da pandemia. Minas é, para o autor, um microcosmo que reflete um Brasil fragmentado, confrontando tradição e modernidade. A narrativa neobarroca de Emerson explora a essência desse estado mineiro, marcado pela , pela intolerância e pela violência, unindo, nesse esforço, memória ficção.

Disponibilidade : 138 em estoque Categorias: , , Tags: , , , ,
Ver carrinho

Conforme o leitor avança no que parece serem histórias isoladas, vai percebendo as conexões que deixam entrever uma trama maior de relações que amarram as fatalidades de seus personagens: um idoso encontrado morto em seu apartamento; irmãos que assassinam irmãos e pais que matam por suas filhas; sangue derramado por vingança, sangue derramado por maldição, sangue derramado por acaso. Os fragmentos nos convidam a buscar uma coesão que nunca se fecha numa única interpretação, mas que permite, em seu jogo, a constante multiplicação dos (esquivos) sentidos da Morte. Um texto marcado por tons góticos em muitas de suas histórias, e, ainda, pelos fluxos de consciência do romance psicológico e a realidade afiada das histórias de crime, sempre acompanhado de um estilo que incorpora a poesia à cadência da prosa, criando pequenas sementes de sentido que vão ganhando raízes ao longo da leitura. Os corpos nus dos moribundos é um livro maduro, digno do desafio pedido por uma literatura contemporânea que deseje fugir do óbvio e do raso sem, com isso, afastar-se do público.

O premiado autor belo-horizontino Emerson Maia explora em sua obra a realidade intensa da vida no Brasil, em especial Minas GeraisOs corpos nus dos moribundos, seu primeiro romance, mergulha nas lágrimas das mães vítimas da violência, na decadência dos sertões mineiros e na solidão da pandemia. Minas é, para o autor, um microcosmo que reflete um Brasil fragmentado, confrontando tradição e modernidade. A narrativa neobarroca de Emerson busca, assim, explorar a essência desse estado mineiro, marcado pela , pela intolerância e pela violência, unindo, nesse esforço, memória ficção. Suas histórias, como a busca de um sertanejo pela mãe desaparecida, um homem enterrado como indigente ou uma mulher sem direito ao nome, procuram resgatar, mediante a força e a sensibilidade, as verdades inconvenientes e silenciadas no hastear de nossa bandeira.

ISBN: 978-65-85122-13-9

Formato: Brochura

Tamanho: 14 x 21 cm

Número de páginas: 162

Informação adicional

Peso 260 g
Dimensões 14 × 21 × 1,4 cm
Gênero

Romance fragmentado